Acampamento e trilha em Bombinhas

Atualizado: 13 de Dez de 2020

O último final de semana foi recheado de histórias para contar. Acampamos no Camping Retiro dos Padres, na praia com o mesmo nome, em Bombinhas/SC e passamos o final de semana fazendo trilhas e passeios pela região.

Retiro dos Padres é uma das belíssimas praias da região, onde é possível ir para passar o dia, mas também conta com uma ótima infraestrutura de camping. Espaço para barracas, trailers, além de casas disponíveis para locação. Conta com banheiros, churrasqueiras coletivas (que não estão sendo utilizadas nesse momento de pandemia), área de lazer e restaurante.

Fica localizada a 1,5 km do centro da cidade e tem cerca de 260 metros de extensão da faixa de areia. É uma pequena baía, onde os morros que a cercam têm uma ampla cobertura florestal, deixando o visual ainda mais impressionante.

Chegamos no sábado, cerca de 10 horas da manhã e partimos no domingo 14:30.

Instalamos a barraca em uma das bordas do camping, virada de frente para o mar, o que proporcionava que a gente simplesmente sentasse e admirasse o visual, em vários momentos do dia.


Nossa estrutura

Nossa barraca é grande, então cabe os 5 com tranquilidade. Para dormir, levamos sacos de dormir e isolante auto inflável. Como temos dois isolantes, levamos mais um edredon grande e grosso para deixar mais confortável.


As refeições

Como as churrasqueiras coletivas estão sendo evitadas, todas as refeições foram preparadas e realizadas próximo a barraca. Temos um fogareiro a gás, abastecido com pequeno refil, e um foi suficiente para todas as refeições do final de semana. Planejamos um cardápio que fosse tranquilo preparar e consumir nesta estrutura.

Nos almoços, salada de tomate e cenoura, macarrão com molho de tomate um dia e risoto de linguiça Blumenau no outro.

Na janta, salada de tomate e cenoura, pão com calabresa acebolada.

No café da manhã, frutas, café com leite e pão com ovo mexido.

Temos em Bombinhas um local que sempre voltamos quando estamos na cidade, que é o Açaí Revive. Então na hora de voltar para casa fizemos uma pit stop para matar a saudade.


Os passeios

Na tarde de sábado fomos para a Trilha da Praia da Sepultura, bem próxima ao camping. Porém, ao invés de ir até o final, na Ponta da Garoupa (papai e mamãe já fizeram esse trajeto no passado), seguimos rumo a um local chamado de piscinas naturais da Sepultura.

Este é um ponto que apesar de muito bonito, necessita de um maior grau de atenção. Para chegar até lá, precisa passar por uma descida bem íngreme (há um conjunto de cordas preso às árvores, mas não dá para confiar que torna mais seguro). Uma segunda questão é relativa a própria piscina. É uma região de costão rochoso e a piscina se forma porque o mar bate nas rochas, e frequentemente lança algum volume de água ali. As rochas molhadas ficam muito escorregadias, então se não cuidar, cai facilmente e o mais delicado é que se acessar a parte mais próxima ao mar, há o grande perigo de cair e ser levado pelo mar cada vez que a onda retorna. Por isso nossa escolha foi de permanecer na parte interna da piscina.

No domingo pela manhã optamos por um passeio que não é uma trilha. Fomos conhecer a Praia do Ribeiro, localizada na região central da cidade. Este ano foi inaugurada uma passarela que faz a ligação entre Bombas e a Praia do Ribeiro, antes disso, o acesso era possível através de uma trilha, que dependia das condições da maré. A Praia do Ribeiro é pequena, pouco mais de 100 metros de extensão, mas é mais um lindo atrativo de Bombinhas.

Tivemos a grata e emocionante surpresa de poder admirar algumas tartarugas marinhas nadando livremente enquanto caminhávamos pela passarela.


A noite

No final da tarde aproveitamos a área de lazer do camping. Jogamos futebol, frescobol e frisbee. Quando anoiteceu fizemos um passeio pela beira mar do Retiro dos Padres. A diversão das crianças foi poder observar uma grande quantidade de siris circulando e se escondendo nas tocas.

Pensávamos que ia chover durante a noite (até choveu um pouquinho), mas o que aconteceu mesmo foi bastante vento. Também tinha uma expectativa para o nascer do sol, mas estava bem nublado, então o espetáculo foi com um sol tímido atrás das nuvens. Ainda assim levantamos cedinho para apreciar.

TPA - Taxa de Preservação Ambiental

Para acessar a cidade de Bombinhas entre o período de 15 de novembro a 15 de abril é necessário pagar a TPA que tem o objetivo de preservar a natureza e qualidade de vida da população. Atualmente, veículos de pequeno porte pagam R$ 28,39 para acessar a cidade. Confira os detalhes no site da Prefeitura.

Bombinhas é uma cidade que temos um carinho muito especial, então sempre que possível curtimos bons momentos lá.

32 visualizações3 comentários