Caminho do Canto dos Araçás à Costa da Lagoa

A Costa da Lagoa é uma comunidade de Florianópolis que guarda importantes aspectos da história e cultura da cidade. Acessada somente através de barco ou trilha, são diversos os caminhos que podemos fazer para chegar até ela. Um dos mais conhecidos é o Caminho do Canto dos Araçás à Costa da Lagoa, tombado pelo município como patrimônio histórico, artístico e natural.


Ao longo dos cerca de 5 km percorridos nesse trajeto passamos por construções históricas, caminho de pedras, além de um visual deslumbrante da Lagoa da Conceição.


Nessa ocasião, nosso objetivo era partir do estacionamento no Canto dos Araçás, próximo ao início da trilha, fazer a caminhada, almoçar na Costa e retornar de barco ao estacionamento.


O primeiro trecho do trajeto é realizado pela rua, onde ainda há a passagem de carros, cerca de 700 metros a frente inicia de fato a trilha. Há a placa que marca o início.

O caminho é todo realizado pela base do morro que faz a costa oeste da Lagoa da Conceição, com vegetação secundária em regeneração, então é um lindo cenário com a lagoa de um lado e a mata do outro.



Antigamente essa região era utilizada para plantação de mandioca, café, cana de açúcar. Como marcas desse período, podemos ver durante a caminhada o Engenho da Vila Verde, construído no século XVIII e que ainda hoje guarda as características daquela época.

Além do engenho passamos por outra construção do século XVIII, o

casarão da Dona Lóquinha, construído em 1780, que pode ser admirado por fora, já que permanece fechado a anos.





O garapuvu, árvore símbolo de Florianópolis é presença ao longo de boa parte da caminhada. Essa árvore alta e elegante, de casca cinza e flores amarelas, protegida pela lei que a tornou símbolo da cidade, era utilizada pelos índios para fazer a canoa de um pau só.


Em julho deste ano, uma forte ventania que ocorreu na cidade derrubou um garapuvu na região da Costa e agora ele foi transformado em uma canoa e uma escultura de bruxa, afinal, dizem que na ilha da magia existem muitas delas.

No centrinho da Costa da Lagoa há uma sequência de mais de 10 restaurantes que oferecem pratos da culinária local, baseada em peixes e frutos do mar. Normalmente paramos no primeiro deles, o Bela Ilha, que tem um bom espaço externo, com caiaque, redes, brinquedos para as crianças e ainda oferece o barco de volta até o Canto dos Araçás.


Há também a opção do serviço de transporte lacustre, que une o terminal lacustre à Costa, passando pelos pontos 1 a 23, em horários pré-estabelecidos, mas que atualmente, por conta da pandemia está restrito aos dias da semana.


O retorno ao início de trilha utilizando o barco, mais do que apenas um meio de transporte é uma possibilidade de admirar o visual do lugar através de outro ângulo.