top of page

Cachoeira da Bunda


A Cachoeira da Bunda é mais uma das lindas cachoeiras de Santa Catarina. Seu formato singular serviu de pretexto para o batismo com esse nome. Localizada na comunidade de São Gabriel, em Treze de Maio, município do sul do estado, essa cachoeira encanta pela sua beleza e pelas piscinas que proporcionam um delicioso banho.

Ela é formada por um pequeno rio que nasce pouco mais acima e é afluente do Rio do Salto, que por sua vez, deságua na Lagoa da Manteiga, uma das várias lagoas de Jaguaruna, município vizinho.









Treze de Maio, a cidade da Cachoeira da Bunda

O município de Treze de Maio fica a 168 quilômetros ao sul de Florianópolis. Segundo o IBGE, no Censo de 2022, possui uma população de 7362 habitantes. Seu relevo apresenta altitudes variadas, entre 2 e 490 metros de altitude, proporcionando belas paisagens naturais.

A economia é baseada na agricultura, sendo destaques as lavouras de  arroz, milho,mandioca, fumo, batata e a produção de aves de corte, a bovinocultura de leite e a suinocultura. A produção têxtil e cerâmica também são destacadas no município.


O nome do município se deve à Comunidade Quilombola Família Thomaz, que foi reconhecida pelo Governo Federal em 2015. Esta comunidade remonta à família de Custódio Manoel Thomaz, um escravizado nascido em 1835 e trazido ainda jovem para o Brasil. Custódio recebeu de seu antigo senhor, Isaías Coelho dos Santos uma quinhão de terras quando da promulgação da Lei Áurea, dia 13 de maio de 1888.


O município, além da influência da comunidade quilombola, resgatada a partir de 2013, teve a sua origem através da colonização italiana, que a partir do final do século XIX começou a ocupar a região, em cidades como Urussanga, Pedras Grandes e Tubarão.


Rota


Para chegar à Cachoeira da Bunda, partindo de Florianópolis, o caminho mais fácil é ir pela BR 101 até o km 347, entrada para o município de Treze de Maio. Deste ponto, segue-se pela SC 441 por aproximadamente oito quilômetros até o acesso à Rodovia Municipal Giácomo Bez Fontana, uma estrada de chão, à esquerda. Nesta rua, após quatrocentos metros há uma entrada à esquerda. É a parte de cima da cachoeira, onde é possível estacionar. Há espaço para uns cinco ou seis carros.


Cachoeiras

No local existem duas cachoeiras. A primeira, de fácil acesso, fica rio acima e é ótima para um banho em família, sentar e relaxar. Tem uma profundidade relativamente baixa e uma água fria mas gostosa nos dias de verão. Em algumas vezes que fomos, infelizmente havia muito lixo. Então, seja consciente, leve seu lixo de volta e destine-o corretamente.






Para a acessar a cachoeira mais famosa, o salto de 60 metros que forma a Cachoeira da Bunda, é necessário percorrer uma trilha bastante íngreme, morro abaixo. Então, em primeiro lugar, vá com tênis, o uso de chinelos ou sandálias poderá ocasionar acidentes. O início da trilha é do outro lado do rio, à esquerda.

São apenas 200 metros de trilha, mas que demandam muita atenção e cuidado.





Chegando na cachoeira, é possível subir numa pedra e contemplar a beleza e magnitude da queda d’água ou banhar-se. No entanto, o lugar é muito estreito e com uma correnteza forte porque está concentrada, então, só entre na água se tiver muita prática.



O retorno é subindo, então prepare-se para uma subida técnica e cansativa.


Cuidados !!

Como toda cachoeira, a Cachoeira da Bunda requer alguns cuidados. 

  • Use tênis para acessá-la, um escorregão pode causar sérios problemas;

  • Cuidado com as pedras escorregadias, ande com atenção.

  • Evite a combinação bebida alcoólica e cachoeira.

  • Não mergulhe de cabeça.

  • Não acesse as bordas da cachoeira, nenhuma selfie vale sua vida. 

  • Preste muita atenção à previsão do tempo, as cabeças d’água são repentinas e podem ocasionar no aumento rápido do volume de água ocasionando afogamentos.


Para saber das cachoeiras da Grande Floripa, conheça o post que fizemos sobre elas.

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page